Wednesday, August 30, 2006

TIPOS DE ERGONOMIA

ERGONOMIA DE CORREÇÃO - atua de maneira restrita modificando os elementos parciais do posto de trabalho.

*Dimensões
*Iluminação
*Ruído
*Temperatura, etc...

ERGONOMIA DE CONCEPÇÃO - interfere amplamente no projeto do posto de trabalho, do instrumento, da máquina ou do sistema de produção, organização do trabalho e formação de pessoal.

*Boa postura
*Uso adequado de equipamento
*Implantação

ERGONOMIA DE CONCIENTIZAÇÃO - é fundamental para a obtenção dos objetivos propostos pelo projeto ergonômico, pois é pela realização de treinamento, palestras, cursos de aprimoramento e atualização constante que é possível educar o funcionário acerca dos meios de trabalho menos prejudiciais para a sua saúde individual e, ao mesmo tempo, mostrar-lhe todos os benefícios das propostas ergonômicas para a saúde da coletividade.Ensina o trabalhador a usufruir os benefícios de seu posto de trabalho. Boa postura, uso adequado de mobiliários e equipamentos, implantação de pausas, ginástica laboral (antes, durante e depois da atividade).

*Capacitação das Pessoas.

ERGONOMIA PARTICIPATIVA - estimulada pela presença de um Comitê Interno de Ergonomia (CIE) que engloba representantes da empresa e dos funcionários, utiliza as ferramentas da ergonomia de conscientização para que haja o pleno usufruto do projeto ergonômico, seja esse implementado pela ergonomia de concepção ou de correção.

Baseado:http://www.brasgolden.com.br/ergonomia/ergonomia.htm

Tuesday, August 29, 2006

LIMITES HUMANOS


LIMITES HUMANOS
Via de regra, devemos estar atentos aos limites humanos quando se está executando qualquer trabalho, em especial aqueles que exigem mais esforço do que o normal. Esses limites podem ser classificados em três áreas:
LIMITES FÍSICOS
Os limites físicos são aqueles ditados pelas características do indivíduo: sexo, altura, peso e biotipo. Caso uma dada tarefa exija que você ultrapasse esses limites, então, você precisa de ajuda. Essa ajuda pode ser uma escada, uma chave de fenda, uma carreta ou algo que aumente a sua capacidade física de realizar o trabalho. Não se angustie desnecessariamente e nem exceda os seus limites.
LIMITES FISIOLÓGICOS
Os limites fisiológicos são aqueles que se relacionam a: tonus muscular, aptidão física, descanso, efeitos de drogas, boa saúde e nutrição. Esses limites podem variar de dia para dia e de estação do ano para estação. Assim, a doença, a fadiga e a fome, p.ex., afetam os nossos limites durante uma rotina de trabalho. Devemos dar atenção aos sinais de aviso emitidos pelo próprio corpo e que podem, geralmente, preveni-lo da ultrapassagem dos seus limites fisiológicos.
LIMITES MENTAIS E EMOCIONAIS
Os limites mentais e emocionais são de predição mais difícil e, em geral, variam de dia para dia, dependendo do nível de estresse mental do indivíduo. Se uma pessoa tem a capacidade de entender uma tarefa, captar a informação e tomar decisões acertadas, deve também ser capaz de executar um bom trabalho com segurança. Considerando os aspectos mentais-emocionais, o trabalho mais seguro será aquele que permita ao trabalhador executá-lo de modo feliz, satisfeito e bem ajustado.O estresse laboral, com seqüelas nocivas para o indivíduo, age sob a forma de moléstia, falta de saúde com alterações cardíacas e respiratórias, gastrite , úlcera, transtorno do sono, náuseas e com isso há desgaste do rendimento ou da qualidade de trabalho.

Monday, August 28, 2006

SENTAR

SENTAR: UM DOS MOVIMENTOS MAIS BÁSICOS DO SER HUMANO

A leitura de alguns sites, me trouxe a reflexão de quão importante são as atividades que executamos durante o dia-a-dia de trabalho, como o simples fato de sentar-se, uma atividade que damos pouca importância, mas que poderá causar sérios danos a nossa saúde se não for realizada com cuidado.

Atualmente, sentar não é mais uma mera questão de descanso enquanto comemos, conversamos, relaxamos, é a posição que assumimos para trabalhar.
Antigamente a hierarquia dentro de qualquer ambiente de trabalho era ditada pela diferenciação do grau de conforto dos funcionários diante de seus imediatos superiores, além do próprio tamanho da cadeira ou poltrona.
Permanecer sentado durante horas a fio, pode causar fadiga, distúrbios circulatórios e dores físicas. Com sua atenção voltada ao trabalho e concentrados na tarefa, o que exige atenção e cria tensões, é fácil que assumam, com o passar do tempo, posturas que serão prejudiciais à sua saúde.



AS DORES DO SENTADO




Informações obtidas através da leitura dos seguintes sites:

Projeto Egormonia da Escola Professor Jonathas Pontes Athias:

http://www.fvt.com.br/ergonomia.htm

OrientaçõesMédicas:

http://www.orientacoesmedicas.com.br/posturanocomputador_colunaepostura.asp

TRANSPORTE MANUAL DE CARGAS

TRANSPORTE MANUAL DE CARGAS
***

O transporte manual de cargas é uma das formas de trabalho mais antigas e comuns, sendo responsável por um grande número de lesões e acidentes do trabalho. Sendo assim, vale ressaltar algumas recomendações que visam evitar esses riscos.


Recomendações gerais para o transporte manual de cargas:
  1. Evitar manejo de cargas não adequadas ao biotipo, à forma, tamanho e posição;
  2. Usar técnica adequada em função do tipo de carga;
  3. Procurar não se curvar; a coluna deve servir como suporte;
  4. Quando estiver com o peso, evite rir, espirrar ou tossir;
  5. Evitar movimentos de torção em torno do corpo;
  6. Manter a carga na posição mais próxima do eixo vertical do corpo;
  7. Procurar distribuir simetricamente a carga;
  8. Transportar a carga na posição ereta;
  9. Movimentar cargas por rolamento, sempre que possível;
  10. Posicionar os braços junto ao corpo;
  11. Usar sempre o peso do corpo, de forma a favorecer o manejo da carga.


PROCEDIMENTOS BÁSICOS QUANTO LEVANTAR CAIXAS


****

CAPACIDADE INDIVIDUAL DE CARGAS


Informações baseadas em artigo publicado pelo Eng. Agr. José Luiz Viana do Couto da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no site: http://www.ufrrj.br/.

DICAS ERGONÔMICAS PARA UM USUÁRIO DE COMPUTADOR

O uso prolongado de teclado ou mouse pode levar a dores nos músculos e nervos a menos que algumas orientações sejam seguidas. Trabalho intenso no computador sem alternância, pausas para descanso e mudanças de postura pode ser prejudicial. É possível trabalhar com maior segurança e conforto adotando-se as seguintes dicas ergonômicas:

POSTURA E POSIÇÃO SÃO IMPORTANTES

*Mantenha boa postura quando usar o teclado. Use uma cadeira que tenha suporte para as costas.

*Mantenha seus pés apoiados no chão ou em um suporte apropriados para apoiar os pés. Isso ajuda a reduzir a pressão sobre as costas.

*Evite girar ou inclinar o tronco ou o pescoço ao trabalhar. Itens de uso freqüente devem ser posicionados diretamente a sua frente em um anteparo para cópias.

*Mantenha seus ombros relaxados, com os cotovelos junto ao corpo.

*Evite apoiar seus cotovelos em superfície dura ou na mesa. Use pequenas almofadas se necessário.

*O antebraço deve ficar alinhado em angulo de 100 a 110 graus com o teclado de modo a ficar em posição relaxada. Isso requer que o teclado fique em posição inclinada (a parte de trás do teclado, que fica mais próxima a você deve ficar mais alta que a parte da frente, isto é, a que fica mais próxima ao monitor) durante o trabalho. Os pulsos devem ficar em posição neutra ou reta ao digitar ou se usar algum dispositivo de apontamento ou calculadora. Movimente seus braços sobre o teclado e os apoios para os pulsos enquanto digita. Evite permanecer com os cotovelos sobre a mesa ou os apoios. Isso evita que os pulsos sejam forçados a assumir posições para cima, para baixo e para os lados.

RITMO DE TRABALHO

*Trabalhe em ritmo razoável . Faça pausas freqüentes durante o dia. Estas pausas podem ser breves e incluir alongamento para otimizar os resultados. Se possível, dê 1 ou 2 minutos de pausa a cada 15 ou 20 minutos e 5 minutos a cada hora. A cada duas ou três horas levante-se, de uma volta e faça uma atividade alternativa.


TÉCNICAS DE TRABALHO

*Diminua o número de movimentos repetitivos. Isto pode ser feito com auxilio de teclas de atalho e com o uso de programas especiais para esse fim. O uso de combinações de teclas também em muito contribui para reduzir o uso do mouse e de cliques.

*Altere as tarefas a fim de não permanecer com o corpo na mesma posição, por tempos prolongados, durante o trabalho.

*Mantenha seus dedos e articulações relaxadas enquanto digita.

*Nunca segure caneta ou lápis nas mãos enquanto estiver digitando.

*Evite bater no teclado com muita força. Suas mãos devem ficar relaxadas. Estudos mostram que a maioria dos usuários bate no teclado com força 4 vezes maior que o necessário.

*Descanse seus olhos olhando, de vez em quando, para objetos diferentes enquanto trabalha.

AMBIENTE DE TRABALHO
*Evite perder tempo procurando coisas enquanto digita. Seus apontamentos, arquivos e telefones devem estar em lugar de fácil acesso.

*Use um apoio para o teclado e para o mouse de modo a posicioná-los corretamente.

*Para facilitar a cópia de textos use um anteparo de prender folhas.

*Quando você estiver escrevendo algo no computador, evite procurar coisas sobre o teclado ou outros materiais. Um anteparo para colocar o material a ser copiado ajudar bastante.

*Ajuste e posicione o monitor de modo que ao olhar para ele seu pescoço fique em posição nutra ou reta. O monitor deve ficar diretamente a sua frente. A parte superior da tela deve estar diretamente à frente de seus olhos de modo que ao olhar para ela você olhe levemente para baixo.

*Regule o monitor de modo a evitar brilho excessivo. Evite também reflexos de janelas e outras fontes luminosas. Personifique seu computador. O tipo de letra, o contraste, a velocidade e tamanho do ponteiro do mouse e as cores da tela podem ser configuradas para melhor conforto e eficiência.

ESTILO DE VIDA

*Exercícios aeróbicos ajudam a manter a forma física, aumentar a resistência cardiovascular e diminuir a tensão dos usuários de computadores .O uso de medicamentos e ou munhequeiras para os pulsos sem receita e acompanhamento médico não são recomendados. Se você começar a apresentar sintomas, procure mais informações e ajuda de seu médico. Pequenas mudanças feitas logo que se notar os primeiros sintomas podem evitar complicações futuras em muitos casos.

Fonte: SIPAT- Empresas Fumageiras

QUAL A APLICABILIDADE DA ERGONOMIA?

Todos os conhecimentos citados podem ser aplicados ao planejamento de processos e máquinas, a disposição especial dos locais de trabalho, aos métodos de trabalho, e ao controle do ambiente físico para se alcançar maior eficiência tanto dos homens como das máquinas. Para isso é necessário conhecer o sistema nervoso, o funcionamento e a capacidade do mecanismo central, a estrutura do corpo, dos ossos, das juntas, e os músculos que fornecem energia motivacional.No binômio homem-máquina, o problema não é apenas o ajustamento de um ao outro, mas sim a adaptação conjunta dos dois. A aplicação ideal da ergonomia considera o homem como parte integrante de um sistema, no qual o estágio inicial do projeto, as características do operador humano são levados em conta juntamente com os componentes mecânicos. O homem é melhor para determinados fins como na tomada de decisões e a máquina para outros como aplicação de força.O ergonomista tem diante de si as seguintes tarefas. A primeira é estudar a ocupação, a fim de determinar o que o operador ou usuário de um determinado equipamento terá de fazer. Em segundo momento ele deve considerar como principal na relação com o homem, o que ele tem que ver e ouvir.

A FALTA E SUAS CONSEQÜÊNCIAS

Uma das causas da baixa produtividade pode ser o desconforto que entre as suas várias causas está diretamente ligada à adequação do corpo frente a um determinado equipamento. A questão da iluminação, que além de poder causar danos a visão, contribui significativamente na baixa pessoal da capacidade de produção de uma pessoa, quer seja em um escritório, indústria, como até mesmo em ambientes de trabalho mais sofisticados. Além disso, os ruídos e mudanças de temperatura também influem negativamente neste processo. Com relação aos problemas de coluna, o ideal ainda é a prevenção, portanto buscar no ambiente de trabalho, a adequação de cadeiras e mesas seria o ideal para protege-la. Mas, quando não for possível contar com um escritório melhor adequado, procure sempre sentar em cadeiras com encosto reto e em casa, fuja dos sofás muito macios. Aparentemente superconfortáveis, eles são um convite para que você se jogue no assento de qualquer jeito. Mas o que fazer?Atualmente várias empresas já buscam a melhoria da qualidade do trabalho dos empregados e já estabelecem uma série de programas como forma de incentivar a saúde do trabalhador. Nas grandes capitais e áreas mais industrializadas, o empresariado já consciente dos futuros problemas já estão investindo neste programas, como também, em estudos sobre as vantagens da ergonomia para a melhoria da produção nas empresas. Se por um lado, o uso da ergonomia possa sugerir maior gasto, por outro ela representa uma economia para a empresa e como conseqüência, a melhoria da saúde do trabalhador e da sociedade.

Fonte:http://boasaude.uol.com.br/

Dica: POSTURA CORRETA


Manter a a postura correta no seu ambiente de trabalho.
Imagem extraida do Google.

Sunday, August 27, 2006

L.E.R.?

L.E.R

LESÕES POR ESFORSOS REPETITIVOS

Sensação de peso e cansaço, dor, formigamento, choques ou calor localizados, dormência e fisgadas. Se você já teve algum desses sintomas após ficar horas diante do computador, digitando, navegando pela Internet ou jogando, cuidado!
Você pode estar contraindo um dos tipos de L.E.R (Lesões por Esforços Repetitivos), doença que atinge principalmente profissionais da área de informática, caixas, telefonistas, datilógrafos, empacotadores, costureiras, datilógrafos, empacotadores, costureiras, enfim, todas as funções em que o trabalhador é submetido a movimentos repetitivos durante longos períodos.
As L.E.R. podem ser definidas como um conjunto de lesões que afetam os músculos, tendões e nervos dos membros superiores (dedos, mãos, punhos, antebraços, ombros e pescoço). Essas lesões são causadas pela execução de movimentos intensos e repetitivos, e podem ser agravadas por outros fatores como stress e móveis inapropriados.
*****
Fonte: Revista Domine da TERRA EDITORA http://www.terranet.com.br/

Wednesday, August 23, 2006

DEFINIÇÃO

ERGONOMIA

ERGON - ( trabalho)

NOMOS - ( estudo das regras e normas)

Ergonomia: palavra de origem grega que estuda a adaptação do trabalho às características dos indivíduos, de modo a lhes proporcionar um máximo de conforto, segurança e bom desempenho de suas atividades no trabalho.

Definição oficial: "A ergonomia é o estudo científico da relação entre o homem e seus meios, métodos e espaço de trabalho. Seu objetivo é elaborar, mediante a contribuição de diversas disciplinas científicas que a compõem, um corpo de conhecimentos que, dentro de uma perspectiva de aplicação, deve resultar numa melhor adaptação ao homem dos meios tecnológicos e dos ambientes de trabalho e de vida." (Congresso Internacional de Ergonomia, 1969).
Conforme: http://www.ufrrj.br/institutos/it/de/acidentes/ergo.htm

***

ORIGEM…
***
A ergonomia surgiu junto com o homem primitivo, com a necessidade de se proteger e sobreviver, sem querer, o homem primitivo, começou a aplicar os princípios da ergonomia, ao fazer seus utensílios de barro para tirar água de cacimbas e cozinhar alimentos, fazer tacapes para se defender ou abater animais.
Mas, foi na revolução industrial que a ergonomia começou a surgir. Nas grandes guerras ela teve uma importância fundamental no desenvolvimento de armas e equipamentos bélicos.
Foi na segunda Guerra Mundial que os aliados agrupados com os mais diferentes biotipos jamais visto em um exército que começaram a perceber que o armamento precisava ser projetado, montado, desmontado e usado em função do "tamanho" do soldado ou serviço de engenharia.
Foi a junção da tecnologia com as ciências humanas com a criação da engineering psychology, com as primeiras entidades mais importantes: INGLATERRA 1949 Ergonomic Research Society e EUA 1961 International Ergonomics Association - 40 países.
Como podemos notar, a ergonomia surgiu em função da necessidade do ser humano cada vez mais querer aplicar menos esforço físico e mental, nas atividades diárias.
Podemos aplicar estudos ergonômicos no lar, no transporte, no lazer, na escola e principalmente, no trabalho, ou seja, em qualquer lugar.
***
A ERGONOMIA TAMBÉM É CONHECIDA COMO A CIÊNCIA DO CONFORTO
**
A ergonomia tem sido fator de aumento de produtividade das empresas e da qualidade do produto bem como da qualidade de vida dos trabalhadores, na medida em que a mesma é aplicada com a finalidade de melhorar as condições ambientais, visando à interação com o ser humano.
A ergonomia estrutura-se a partir dos conhecimentos científicos sobre o ser humano, isso é, sobre suas características psicofisiológicas, para a partir deles, conceber equipamentos ou modifica-los e não o contrário, isso é, aplicar o conhecimento em máquinas para depois procurar a pessoa certa.

ACADÊMICOS

*****
Este blog foi desenvolvido na disciplina de
Informática Aplicada à Administração,
da UNISC - Universidade de Santa Cruz do Sul, em 2006/2.
****
*
Ergonomia nas Empresas
"Estudo entre o homem e o seu trabalho, equipamentos e meio ambiente"
*

Acadêmicos do Curso de Administração:


Charles Valério

Fernanda Trarbach

Mariele E. Schqengber

Mirella S. Souza